Ads Top

Grávida Pode Subir Escada?

Grávida na escada

Não tem como fugir: mesmo quando uma gravidez é planejada, a gestação muda a vida e os hábitos da mulher de diversas maneiras.

Ao passar a contar com uma vida em seu ventre, ela enfrenta mudanças que vão além do humor e do tamanho do amor que carrega dentro de si: outros fatores como sua alimentação, os cuidados pessoais e a rotina também precisam ser alterados.

Com isso, ao descobrir que está esperando um neném, a futura mamãe e seus familiares podem ter uma série de dúvidas a respeito do que a grávida pode ou não pode fazer.

Uma delas é: será que a grávida pode subir escada?

Para as mulheres que não têm problemas de locomoção, são solteiras, moram sozinhas e nem cogitam a possibilidade ter filhos, uma escada em casa pode significar apenas uma forma de chegar até outra parte da casa.

Mas para um casal de pais de primeira viagem, que acabou de descobrir que terá o primeiro neném, a presença da escada na residência pode ser motivo de uma série de questionamentos a respeito dos perigos da segurança dos degraus.

Antes de tudo, precisamos lembrar que cada gestação é diferente, podendo exigir cuidados diferentes por parte de cada mulher. Portanto, a melhor forma de saber se a grávida pode subir escada é consultar o médico responsável pelo acompanhamento particular da futura mamãe em questão.

Algumas pessoas podem se preocupar que subir escadas pode afetar o posicionamento ideal do neném para o parto, que é de cabeça para baixo. Quando o bebê se encontra nessa posição ideal, a sua movimentação pela pélvis e para baixo no canal do parto é facilitada.

Entretanto, mudar a posição de um neném na barriga da mulher é um processo difícil e incerto mesmo para os profissionais médicos.

Não existem evidências científicas que apoiem a ideia de que a posição da mulher afeta a posição do seu bebê durante a gestação.

A grávida pode subir escada, entretanto, precisa tomar cuidado para não ficar ofegante durante a subida e não de desequilibrar na descida. Com isso, recomenda-se que ela tenha o cuidado de subir um degrau de cada vez e de não deixar de usar o corrimão da escada na hora da descida.

Vale alertar que a gestante jamais deve subir nas escadas de mão – como as que são usadas para trocar lâmpadas – para limpar ou pegar alguma coisa porque isso pode provocar uma queda e complicar a gravidez. Como o tamanho da barriga faz com que a gestante tenha o seu equilíbrio alterado, é contraindicado que a grávida arrume, limpe ou alcance locais que exijam que ela fique acima do chão.

Estudo apontou benefício associado à subida de escadas durante a gravidez

Uma pesquisa conduzida no Center for Perinatal Studies at Swedish Medical Center (Centro para Estudos Perinatais do Centro Médico Sueco, tradução livre) em Seattle, nos Estados Unidos, apontou que mulheres grávidas que subiram escadas ao longo da gestação tiveram uma redução no risco de desenvolver pré-eclâmpsia, condição na qual as grávidas apresentam pressão alta.

Os pesquisadores estudaram quantos lances de escada uma futura mãe subia durante a sua gravidez e determinaram o seu risco de pré-eclâmpsia. O estudo identificou que mesmo as grávidas inativas experimentaram uma redução de 29% no risco de pré-eclâmpsia se subiram entre um e quatro lances de escada por dia. A pesquisa foi divulgada na publicação Hypertension, da Associação Americana do Coração.

Obviamente, a gestante deve seguir a recomendação do seu médico em relação à prática de qualquer atividade, incluindo o ato de subir escadas, lembrando que cada gestação é única e pode exigir diferentes cuidados.

Além disso, a futura mamãe sempre precisa tomar um cuidado extra para não se machucar ou não cair enquanto sobe os degraus.

As coisas podem ficar mais difíceis no final da gestação

No final da gestação, lá pelas 37 semanas, quando a barriga da grávida já está um tanto quanto avantajada, pode ficar mais complicado para a futura mamãe conseguir executar suas tarefas básicas do dia a dia como subir os degraus das escadas, por exemplo.

Por isso, é importante que se tome cuidado ao subir as escadas durante essa etapa final da gravidez. Para assegurar que você possa respirar em um ritmo normal, desacelere lentamente quando subir as escadas.

Vale também chamar a atenção para o perigo da grávida em final de gestação cair enquanto sobe as escadas, já que o seu barrigão pode dificultar que ela enxergue onde os seus pés estão.

Isso pode fazer com que você (gestante) avalie mal a localização dos degraus, o que pode gerar as quedas. Mesmo que esteja na sua própria casa, tome cuidado ao subir as escadas e sempre segure em um corrimão para ter mais suporte. Como a gestação muda o seu centro de gravidade e os níveis de equilíbrio, o corrimão pode prover um suporte extra. Abstenha-se de carregar qualquer coisa porque isso pode afetar o seu equilíbrio.

Em alguns casos, o médico pode recomendar repousar ou limitar a atividade nas últimas semanas de gravidez, o que pode significar que a gestante vai precisar evitar subir as escadas.

Se isso acontecer com você, porém, aparecer uma situação em que for inevitável subir as escadas, leve o tempo que for necessário para fazer isso, segure no corrimão, suba um degrau de cada vez e peça que um familiar ou amigo de confiança te auxilie a subir as escadas.

Além de saber se a grávida pode subir escada

É fundamental que a gestante conte com o acompanhamento médico desde o início da sua gestação para saber o que precisa e o que não pode fazer em cada etapa de sua gravidez.

Lembre-se de que este artigo serve somente para informar e jamais pode substituir a orientação médica. Portanto, é o médico quem deve decidir se uma gestante pode ou não pode subir escadas e determinar como ela deve se portar na subida dos degraus.

Você imaginava que grávida pode subir escada ou não? Está esperando um bebê atualmente e precisa usar alguma escada no dia a dia? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.